um blogue pessoal com razões e emoções á esquerda

UM BLOGUE PESSOAL COM RAZÕES E EMOÇÕES À ESQUERDA

terça-feira, 24 de junho de 2014

RASGOS

O correspondente em Baltar do jornal O Progresso de Paredes foi recente protagonista de um (para si) incómodo lapso. Publicou no jornal uma notícia intitulada Europeias 2014: PS venceu em Baltar. Nela desenvolvia a informação de que o PS obtivera 617 votos, uma “vantagem irrisória” para o PSD de 38 votos, com PCP/PEV “apenas” com 49 votos e o MPT de Marinho Pinto com “apenas” três votos, o que “provava” segundo o articulista que “a sociedade baltarense não é dada a grandes rasgos no que concerne a dar o seu voto”. E lá vinha a distribuição por partido dos votos de 1329 eleitores.

Na edição seguinte, o correspondente em Baltar do jornal O Progresso de Paredes lá veio corrigir o “lamentável engano”, fruto de uma “pesquisa num site de confiança”. O título é Europeias 2014:correcção PSD/CDS venceu em Baltar. Afinal quem ganhou foi a coligação de direita que obteve 573 votos, mais 23 votos (uma “pequena vantagem”) que o PS. O MPT obteve 146 votos e o PCP/PEV obteve “apenas” 106 votos. Votaram 1694 eleitores, o que tornou a “abstenção bastante elevada”.

Ficamos com uma certeza, comum às duas notícias. A abstenção bastante elevada e os votos do PCP/PEV que independentemente da sua expressão são só “apenas”. Quando andamos “formatados” apenas… enfim… apenas… afinal se a sociedade baltarense não é dada a grandes rasgos, como exigir mais do correspondente em Baltar do jornal O Progresso de Paredes?  


CR

Sem comentários:

Enviar um comentário