um blogue pessoal com razões e emoções á esquerda

UM BLOGUE PESSOAL COM RAZÕES E EMOÇÕES À ESQUERDA

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015


A MESMA ESTRAGÉGIA RIDÍCULA DAS SANÇÕES

A União Europeia é um monstro louco e irracional, dirigida por pigmeus estúpidos.  A nova ronda das chamadas sanções ocidentais, publicada a 9 de Fevereiro, a pretexto do conflito do leste da Ucrânia, reflecte uma ética política deplorável, onde alinha grande parte da classe política occidental. Nesse desvario, conservadores e socialdemocratas, liberais, e populistas, numa amálgama de carneiros, assinam a sua verdadeira face, sempre ao serviço dos Estados Unidos da América.

Perante um conflito grave em que se contradizem identidades culturais e linguisticas e interesses económicos e geo-estratégicos importantes, a União Europeia coloca-se como padrinho de uma das partes, no caso, da parte das marionetas de Kiev, um aglomerado heterogéneo de políticos neo-nazis e de assalariados de Washington. São verdadeiramente desprezíveis as consequências destas pseudo-sanções. Elas significativamente não identificam os crimes de guerra perpetrados pelos chamados batalhões “punitivos” de voluntarios fascistas, as “fossas comuns”, os bombardeamentos de civis em Donetzk, Gorlovka, e Pervomaisk, os cortes de electricidade, a destruição de hospitais. E mostram uma incapacidade de uma postura construtiva para uma solução real á crise.  

A presença na lista negra “proíbe” a entrada na União Europeia e permite “imobilizar” as contas bancárias e recursos econónicos no mesmo espaço, de quem o pudessem ter. É a Europa capitalista a mostrar uns dentinhos de leite ao urso siberiano.

Eis a lista de políticos e militares “acossados” pelos servidores do Império globalizado, cidadãos patriotas em defesa das suas comunidades

Federação Russa:

1.    Iosif Kobzon – Deputado e cantor

2.    Valery Rashkin – Deputado do Partido Comunista da Federação Russa.

3.    Arkady Bakhin – Primeiro Vice-Ministro de Defesa da Federação Russa

4.    Anatoly Antonov – Vice-Ministro de Defesa

5.    Andrey Kartapolov – Sub-Chefe do Estado Maior General das Forças Armadas Russas

Nota: A União Europeia acusa a Federação Russa de “enviar tropas para a região, minando assim a integridade territorial de Ucrania e criando instabilidade no país”.

Novarrussia:

1.    Eduard Basurin – Segundo Comandante del Ministerio de Defesa de la República Popular de Donetsk e encarregado das conferências de imprensa diárias em que se informa do desenvolvimento do cenário de guerra

2.    Pavel Dremov – Comandante do Primeiro  Regimento Cossaco

3.    Alexey Milchakov – Comandante da Unidade “Rusich”

4.    Arseny Pavlov, Motorola – Comandante do Batalhão “Sparta”

5.    Mikhail Tolstykh, Givi – Comandante do Batalhão “Somali”

6.    Alexandr Shubin – Ministro de Justicia da República Popular de Lugansk

7.    Sergey Litvin – Vice-Presidente do Conselho de Ministros da República Popular de Lugansk

8.    Sergey Ignatov – Comandante da Milicia da República Popular de Lugansk.

9.    Ekaterina Filippova – Ministra de Justicia de la República Popular de Donetsk.

10. Alexandr Timofeev – Ministro de Política Fiscal de la República Popular de Donetsk

11. Evgeny Manuilov – Ministro de Política Fiscal da República Popular de Lugansk

12. Victor Yatsenko – Ministro das Comunicações da República Popular de Donetsk

13. Olga Besedina – Ministra de Desenvolvimento Económico e do Comércio da República Popular de Lugansk

14. Zaur Ismailov – Procurador Geral da República Popular de Lugansk.

Sem comentários:

Enviar um comentário