um blogue pessoal com razões e emoções á esquerda

UM BLOGUE PESSOAL COM RAZÕES E EMOÇÕES À ESQUERDA

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

EU, TU, ELE, NÓS…

Hoje ouvi muitas reclamações sobre taxas moderadoras na saúde. Alguns utentes, até há bem pouco com o estatuto de isentos, sentiram-se injustiçados por serem agora não-isentos. Os rendimentos auferidos, cuja informação actualizada provém das Finanças, constitui-se em factor determinante nessa mudança, seja uma herança, ou a venda de propriedade, ou o aluguer de património. Haverá certamente injustiças relativas mas repõe-se alguma verdade.

No entanto, seria importante que alguns que lastimam agora a sua situação pessoal, vendo assim diminuídos os seus rendimentos, pudessem engrossar a corrente pública de combate global às taxas moderadoras da saúde e às propinas no ensino, considerando esses sectores como essenciais e estratégicos ao desenvolvimento do País.

E pudessem ficar mais consciencializados com dois factos, divulgados por fontes credíveis, hoje conhecidos: Mais de um terço dos portugueses não tem rendimento para cobrir necessidades e 16% já recorreram ao crédito para as satisfazer (diagnóstico da OCDE) e Há muita gente que não compra os óculos porque não tem dinheiro (Sociedade Portuguesa de Oftalmologia)


CR

Sem comentários:

Enviar um comentário