um blogue pessoal com razões e emoções á esquerda

UM BLOGUE PESSOAL COM RAZÕES E EMOÇÕES À ESQUERDA

domingo, 6 de novembro de 2016

CRÓNICA(S) DE UMA ASSEMBLEIA MUNICIPAL I


…da importância do tempo real…

A Assembleia Municipal de Paredes reuniu em sessão ordinária no dia 5 /11/2016 pelas 14H. A hora tão inapropriada da sessão, quando o costume era as 14H30, baseava-se numa agenda camarária em que constava o lançamento da edição de um livro sobre Paredes, ás 18H em outro local.
Mas  como o poder absoluto de uma maioria absoluta reina em Paredes, ás 14H estavam presentes alguns membros da Assembleia Municipal, ás 14H15 estavam presentes muitos, faltando no entanto o senhor Presidente da Assembleia Municipal, e o Presidente da Câmara Municipal e os vereadores do PSD e dirigentes do PSD na Assembleia. Já após as 14H30 começou a Assembleia. Na qualidade de deputado da CDU questionei Granja da Fonseca sobre o motivo do atraso, já que não fora dada qualquer explicação. Mais uma vez o Presidente da Assembleia meteu os pés pelas mãos alegando em primeiro lugar não haver quórum antes das 14H30, o que é falso e não podia ser por si comprovado (estando ausente), a que seguiu uma outra explicação inacreditável, a de que não sabia da antecipação da hora do início habitual, sendo ele quem assina os editais de convocatória. Só pategos podem aceitar tal versão, no mínimo ridícula.
Mas há mais. Terminava a sessão pouco após as 16H30, quando entrou no salão o vereador Candido Barbosa. Sentou-se no lugar respectivo identificado na mesa dos vereadores …e de imediato se levantou, porque tinha terminado a Assembleia. Certamente atraso devido a um “furo” na bicicleta , perdão, nos compromissos de agenda de um titular de cargo público.
São assim os tempos do PSD Paredes. Mas há mais a descrever.

CR


Sem comentários:

Enviar um comentário