um blogue pessoal com razões e emoções á esquerda

UM BLOGUE PESSOAL COM RAZÕES E EMOÇÕES À ESQUERDA

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Segredos da Edição Sputnik em Árabe




Documentos secretos revelam através de fotos obtidas que o Estado Islâmico decretou aos seus homens para que não ataquem aviões da coligação liderada pelos Estados Unidos sobre Mossul e área periférica.


O documento descoberto na recém libertada cidade iraquiana de Bakhdida, cerca de 32 km a sudeste da cidade bastião do EI de Mossul, explicitamente diz aos jihadistas para não atacar nenhum avião da coligação sobre Mossul e seus subúrbios. 

De acordo com Edição da Sputnik em Árabe o decreto foi descoberto pelas milícias cristãs assírias no centro de imprensa em Bakhdida, num chamado pelo EI “centro de mobilização”. Tais centros foram criados pelo grupo terrorista para mobilizar a população local e treinar novos recrutas. 


Lê-se no texto do decreto: “É estritamente proibido abater, ou usar de qualquer forma quaisquer armas contra qualquer avião no ar, independentemente da altura que voe, e mesmo que o avião pouse no telhado das casas”. O documento está assinado pelo líder local do EI Abu Muawia. 

O porta-voz da Polícia Iraquiana confirmou a libertação de toda a área sul da cidade de Mossul. O decreto foi descoberto pelas Unidades de Proteção do Planalto do Nineveh, um grupo de milícias constituído principalmente por cristãos assírios, que se concentram no norte do Iraque. A milícia foi formada nos finais de 2014 para se defender contra o EI, que tratou aqueles que se recusaram á conversão na sua fé com extrema brutalidade. 

"Deve salientar-se" refere a Sputnik em Árabe "que a capacidade de lançar ataques aéreos contra o EI na região do Nineveh, depende estritamente de aviões da coligação internacional dirigida pelos Estados Unidos, que tem sido repetidamente acusada de ataques aéreos nas Forças da Milícia Popular e nos militares iraquianos e do lançamento de ajuda humanitária e militar que tem acabado nas mãos de EI". 

Os Estados Unidos e os seus aliados começaram uma campanha maciça de ataques aéreos contra alvos do EI dentro e á volta da cidade do norte do Iraque de Mossul em meados de Outubro depois do Primeiro Ministro Iraquiano Haider Abadi anunciar uma campanha para libertar o reduto chave do EI. 

MUITO CURIOSO....

Sem comentários:

Enviar um comentário