um blogue pessoal com razões e emoções á esquerda

UM BLOGUE PESSOAL COM RAZÕES E EMOÇÕES À ESQUERDA

segunda-feira, 10 de julho de 2017

O LIXO NOS JORNAIS

(com base em fonte dos jornais)

A Câmara Municipal de Paredes abriu um concurso de recrutamento para 4 lugares de assistentes operacionais. Ao todo concorreram 268 candidatos a entrar nos quadros da Câmara. O júri excluiu 103 candidatos.  De entre os candidatos admitidos (165 no  total) está André Santos, ex- Presidente da  Junta de Freguesia de Sobrosa e posteriormente pelo PSD. André Santos é desde há 1 ano assessor no gabinete da presidência de Celso Ferreira  e por causa da lei de limitação de mandatos não pode recandidatar-se a novo mandato de Presidente da Junta. É expectável que, de uma forma ou outra, sobrem 3 vagas.

A Administração Pública, tão maltratada pelos governos de direita, e nomeadamente do PSD/CDS, mantém um fascínio e uma apetência inexplicáveis. Os defensores teóricos de “menos Estado, melhor Estado”, os que arrenegavam os “funcionários públicos” como parasitas e improdutivos afinal são os primeiros a querer engordar o mesmo Estado, dele se servindo como se de uma teta úbere se tratasse. E é fácil. Coloque-se como método de selecção a “experiência politica” ou escolha-se um júri entre pares, de amizades, conhecimentos ou condicionalismos, e ver-se-á facilmente quem são os “escolhidos”.

Filipe Carneiro, outro assessor de Celso Ferreira, igualmente por democrático concurso já garantiu a sua entrada na função pública. E Nuno Serra, presidente da Junta de Lordelo, já se inscreveu em dois concursos para entrada na função pública promovidos pela Junta a que preside, um para coveiro e outro para escriturário.
   
Falta um pouco de vergonha no meio disto tudo. Falta um pouco de bom senso. Mas como disse o capitão de Abril há vários tipos de Estado e há infelizmente o Estado a que isto chegou.


CR

Sem comentários:

Enviar um comentário